Gênesis de Crumb

Crumb está envelhecendo, assim como todos nós. E aqui terei que ser sincero: não sei se a vida toda ele conseguiu construir um grande statement ou simplesmente ele funciona e opera desta fora, se recusando a ser “engolido” pelas práticas maldosas do engessamento da cultura de massa. Mesmo assim, o cara vai lá e se põe a reproduzir por quatro anos as 220 páginas que ilustram o livro de Gênesis (o capítulo da bíblia, não a banda).

Não estou dizendo que o cara não gosta de ganhar dinheiro. Recebo a newsletter dele oferecendo séries limitadas de prints a US$180. Sério. Mas acredito ainda assim que ele ainda seja mobilizado por autoexpressão (separa ou não? nem sei). E a Mari Messias me mandou uma matéria dele falando sobre a árdua tarefa que foi desenhar a criação do mundo e desleixando a bíblia de maneira despreocupada demais pra um senhorzinho que tá mais perto do juízo final que muitos de nós.

Recentemente a Piauí publicou um trecho da história, que pra mim pareceu bem respeitoso, então não consigo entender como algum “fiel” poderia se ofender com essa versão ilustrada da história.

Enfim, nunca fui um cara muito religioso. Fé pra mim tem a ver com acreditar, não com culpa. Um livro escrito por homens não dita as regras das coisas, senão o mundo seria bem melhor.

Bom, tirando todo o papo inútil, o que quero dizer no fim das contas é: não é que o doidão envelheceu com dignidade?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s